Secretário Carlos Lula recebe título Doutor Honoris em Gestão em Saúde Pública

Secretário Carlos Lula recebeu título Doutor Honoris em Gestão em Saúde Pública. Foto: Francisco Campos

O Hospital e Maternidade de Alta de Complexidade do Maranhão, antiga Marly Sarney, tem fortalecido a rede materno-infantil no estado, ampliando os cuidados voltados para as mulheres maranhenses. Funcionando deste março deste ano, a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) materna da unidade chamou a atenção da Emill Brunner University, com sede em Brasília, que na noite da última segunda-feira (13) concedeu a profissionais ligados ao serviço o título de Doutor Honoris Causa em Gestão em Saúde Pública.

Doze pessoas receberam o título honorífico, onze delas ligadas a UTI Materna, ação executada pela Secretaria de Estado da Saúde (SES). Entre estes, o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, que assim como os demais teve o currículo analisado por uma banca formada por doutores. O título é concedido a pessoas ilustres que se destacaram no meio acadêmico, humanístico ou em sua sociedade.

“É um reconhecimento ao trabalho de toda SES. É simbólico, porque é individual, mas representa o reconhecimento da Emill Brunner ao trabalho da Maternidade de Alta Complexidade do Maranhão e da implantação da UTI Materna”, comentou o secretário Carlos Lula, na solenidade de concessão do título, que foi entregue pela primeira vez no estado.

Para o secretário, o título de Doutor Honoris Causa em Gestão em Saúde Pública para os profissionais do estado é fruto de muito trabalho e dedicação. “Agradeço à equipe toda que está envolvida na UTI Materna, em especial, mas a toda secretaria. Que possamos ter outros trabalhos e que o Maranhão possa, cada vez mais, ter suas ações reconhecidas aqui no Brasil e fora do país também”, afirmou.

O reitor Emill Brunner University, Italu Bruno Colares de Oliveira, destacou que o título é outorgado mediante trabalho e esforço laboral, o que demonstra a grande contribuição deles à sociedade. “A implantação da UTI Materna foi uma das causas sim, pesou muito, mas o currículo e trabalho de todos fez diferença. Uma comissão com cinco doutores foram favoráveis à outorga dessa titulação”, disse.

Além do secretário de estado da Saúde, Carlos Lula, receberam o título André Rossano Mendes Almeida, Alexandre Augusto Gomes Alves, André Gustavo Moraes de Oliveira, Edson Cunha de Araújo Júnior, Érico Brito Cantanhede, José Ricardo Santos de Lima, Manoel Benício da Costa Oliveira, Pedro Humberto Sousa Torquato, Ricardo Maurício Batista Feitosa Cuba, Sergio Sousa Sena Santos e Silvya Cristine de Avelar Bottentuit.