​​Especialista alerta para prevenção das doenças de pele

Crianças aproveitam a temporada de férias nas praias, mas não podem deixar de lado os cuidados com a pele. Foto: Francisco Campos

Quem mora em cidades litorâneas onde o calor e a exposição aos raios solares é mais frequente não pode deixar para depois os cuidados com a pele. Nesse período de férias, onde a praia é o principal destino de muitos que desejam aproveitar o tempo livre, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforça a importância de manter cuidados essenciais para evitar as doenças de pele.

O câncer de pele não-melanoma é o mais comum nos brasileiros, ocasionado pela exposição solar sem proteção, e corresponde a 30% de todos os tumores malignos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). A boa notícia é que​,​ na ​rede pública estadual, a população pode contar com acompanhamento médico regular, o que torna possível a prevenção ou o tratamento dessa e de outras doenças.

As doenças de pele atingem cerca de 1,5% da população maranhense. O médico dermatologista Eduardo Lago, que atende no Centro de Especialidades Médicas e Diagnóstico Dr. Luiz Alfredo Netto Guterres – PAM Diamante, gerenciado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), destaca a importância de manter os cuidados antes da exposição ao sol.

“A radiação ultravioleta é o principal fator responsável pelo câncer de pele, por exemplo. Por isso, indicamos que a exposição direta ao sol deve ser evitada. Quem mora em locais de temperatura elevada, precisa usar o filtro solar todos os dias e cultivar hábitos que reflitam ​a​ longo prazo. Se for aproveitar um lazer ao ar livre, é recomendável escolher um horário em que o sol não esteja intenso”, explicou o dermatologista.

O médico dermatologista Eduardo Lago recomenda o uso do filtro solar diariamente para prevenir doenças, incluindo o câncer de pele. Foto: Francisco Campos

Segundo o Inca, aproximadamente 175.760 novos casos de câncer de pele foram estimados para 2016-2017. No entanto, esse tipo de câncer possui 90% de chance de cura quando diagnosticado precocemente e feito o tratamento adequado. “O surgimento de uma ferida que não cicatriza com facilidade, lesões com alteração de cor, ou com presença de vasos sanguíneos, ou qualquer manchinha diferente do que já viu no corpo, é necessário procurar o atendimento médico”, ressaltou Eduardo Lago.

Dentre outras doenças comuns nesse período está a causada pelo bicho geográfico. A transmissão ocorre geralmente em praias, onde há fezes de cães e gatos, que contaminam a areia. A pele em contato com a areia contaminada pode contrair a doença, que causa coceira, vermelhidão e inchaço na pele.

As crianças são alvos prioritários de outras doenças, como o impetigo e a brotoeja. O impetigo deixa o rosto e as extremidades do corpo com uma inflamação avermelhada, que evolui para uma bolha e, ao romper​,​ causa uma ferida com uma crosta cor de mel. A brotoeja é causada pelo suor excessivo no calor, e causa pequenas bolhas, geralmente no pescoço, que surgem em cima da pele avermelhada, porque as glândulas que produzem suor aumentam sua produção e o suor penetra na pele.

“O sol agrava seriamente algumas doenças, como o lúpus eritematoso cutâneo, o melasma, as lesões pré-cancerígenas, além de ocasionar o envelhecimento precoce da pele devido ​a​o acúmulo dos raios ultravioletas. Quando avaliamos partes do corpo que ficam mais protegidas, observamos o quanto ​a​ pele pode ser preservada com hábitos de proteção do dia a dia, independente das férias ou do verão”, pontuou o dermatologista.

Fototerapia

A fototerapia, disponível na rede pública estadual no Pam Diamante, desde maio de 2016, é usada para tratamento de doenças de pele como psoríase, vitiligo ou linfoma cutâneo. O equipamento, antes disponível apenas na rede privada, oferece acesso ao tratamento contribuindo para a redução do índice de ocorrência dessa doença. “Esse tratamento de grande eficiência é utilizado em todo o país. Cada caso pede uma exposição diferente na cabine de fototerapia. A quantidade de sessões varia, mas os resultados sempre são excelentes para os pacientes”, esclareceu o médico.

“O acesso público a consultas dermatológicas, de caráter preventivo ou mesmo para tratamento das inúmeras doenças de pele​,​ está mais facilitado. Estamos com uma capacidade boa e resolutiva de atendimento, conseguindo tratar os pacientes com as formas adequadas e estimulando a realização das consultas periódicas”, completou Eduardo Lago.

No Pam Diamante, seis médicos dermatologistas fazem o atendimento oferecido de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e tarde. As consultas podem ser agendadas pessoalmente no Pam Diamante ou por meio do Call Center: 3222-4528/ 3232-3178/ 3232-3753/ 3232-3083/ 3222-8360.

Principais cuidados nas férias

Quando há exposição ao sol, a proteção é sempre a melhor opção. Por isso, use sempre chapéus, bonés, roupas com proteção UV e guarda-sol (feito de algodão ou lona, evitando barracas de nylon). É essencial o uso de filtro solar com, no mínimo, FPS 30, contra radiação UVA e UVB, no corpo e nos lábios. Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, em todas as atividades de lazer ao ar livre. Eles ajudam a bloquear a ação dos raios solares. Também é importante a utilização de óculos escuros com filtro ultravioleta, que previnem lesões oculares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *